: Tô Conversando...: Outubro 2008
Bem Vindo Amigo!

| Suscríbete vía RSS

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Quem tem medo do Lobo Mau?

Não se acanhe em dizer em alto e bom som: Eu tenho medo do lobo mau.

É normal, isso mesmo, é normal. O que não é normal é você não ter um lobo mau. E olha que eu não estou falando daquele dos três porquinhos ou o da vovó do chapeuzinho vermelho.

Todos nós temos desejos, necessidades, anseios e medos que nada mais é que o tal do lobo mau.

Quando reconhecemos isto damos o primeiro passo para dominar aquele que pode nos dominar. Nem sempre identificamos com rapidez e profundidade estas coisas, neste momento é hora de procurar ajuda profissional.

Algumas coisas podem alimentar o nosso Lobo interior, por isso fique atento a tudo que tira você da sua zona de conforto.

A notícia boa é que existe remédio para isto e está sempre disponível, a ruim é que o remédio é personalizado e pode levar um tempo.

Pare, pensa, reflita e aja.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Repaginando

Aproveitando o clima de mudanças em meu Blog resolvi escrever algo sobre este assunto.

Muitas vezes ficamos sentados aguardando que os céus nos enviem soluções milagrosas e isto não acontece.

Responsabilizamos os outros por falhas e desvios que nossa vida toma.Achamos que a vida é ingrata, que a grama do vizinho é mais verde, que o chefe nos persegue ou que o nosso pão sempre cai com a manteiga virada para baixo.

A pergunta seria! O que fazemos para que estas coisas mudem?

Quando não provocamos as mudanças eles ocorrem, mas, não da forma como queremos. É sempre importante que tomemos as rédeas de nossa vida para que o rumo seja o nosso.

Uma amiga casada a mais de 20 anos e trabalhando na mesma empresa por igual período, vivia sempre se queixando da mesmice e do marasmo que sua vida havia se tornado. Às vezes ela culpava o marido, outras vezes os filhos e assim a vida ia seguindo. Conversando com amigos ela percebeu que talvez o problema pudesse não ser o mundo, mas, sua atitude resignada.

Ela resolveu que aquele era o momento de mudar, não, não virou presidente de empresa e nem ganhou na loteria após estas mudanças, ela ganhou coisa muito melhor, uma vida nova.

Esta história poderia acontecer com qualquer um afinal é só ilustrativa, mas, o que vale é mostrar que cada um é senhor do seu destino. De nada vale rezar a todos os santos se você não se emprenhar.

Faça o seu exame interior e mude, altere, repagine, nós é que tornamos as dificuldades maiores do que são.

Você pode se você quiser.

sábado, 25 de outubro de 2008

Europa 2008 - Fim de viagem...

Como o que é bom dura pouco nossos dias de peregrinos se ecerraram.

Voltamos para Munich e acabou-se o que era doce.Ainda permaneceriamos por mais 2 dias visitando os famosos pontos turisticos da cidade e bebendo e comendo produtos nacionais.Logo que chegamos a cidade antes de entregar o carro fomos conhecer o Allianz Arena, estádio do Bayern de Munich e do Munich 1860, hava prometido uma camisa de futebol para o meu filho.

Nada como ter no carro um GPS, você vai onde quiser, restaurantes, postos de gasolina, pontos turisticos e até as ruas ele consegue encontrar.

Ficar aqui falando de cada um dos pontos turisticos seria a mesma coisa que descrever o guia turistico ou tudo aquilo que existe na internet, acho que vou deixar apenas fotos e cronograma do que fizemos para fazer esta viagem e que pode se encaixar em qualquer outra.

1 - Resolver se a viagem será só ou acompanhada. A(s) companias devem ter básicamente os mesmos gostos que você para se evitar grandes confilitos.

2 - Viagens longas provocam confitos independente de quem te acompanhe. Quanto maior a viagem maiores são os conflitos.

3 - Respeitar as opiniões e saber que ceder não é perder é agregar quando se está em um grupo.

4 - Escolham o(s) destino(s).

5 - Informe-se com pessoas que já fizem este(s) destino(s).

6 - Compre guias eles sempre são úteis.

7 - Leia os guias comprados.

8 - Sentem juntos para traçar a rota. Esta parte é dificil, tanto para fatisfazer todas as vontades como encaixar o roteiro no tempo disponível.

9 - Compre as passagens, alugue o carro, reserve o hotel ou procure a agência de turismo de sua condiança.

10 - Providencie as malas e as roupas para a estação do lseu destino.

11 - Providêcie cartões de crédito (nacional / internacional) e moeda do país (es) de destino.

12 - Não esqueça do passaporte e dos vistos.

13 - Seguros de vida e saúde.

14 - Aguarde bastante ancioso.

15 - Planejamentos não são perfeitos.

16 - Imprevistos acontecem.

17 - Saiba o telefone da embaixada ou consulado do Brasil neste país.

18 - Não imagine que você sabe italiano porque fala pizza, macarrão (aliás é pasta). Pode ter certeza, você não sabe falar.

19 - A mesma coisa com o espanhol.

20 - Nós brasileiros temos dificuldade de entender algumas palavras até em Portugal.

21 - Relaxe e aproveite.

Fotos e mais fotos para vocês...
















quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Europa 2008 - Salzburg

Longa viagem, quase o dia todo viajando para chegarmos a Áustria ainda com o sol, isto facilitaria bastante na hora de encontrar um hotel para dormir.

Felizmente nosso planejamento funcionou maravilhosamente bem e chegamos tranqüilos.

Para quem não sabe Salzburg é a cidade do compositor Mozart e só por isso já seria fantástico, mas, o local respira cultura.

Concertos, museus, castelos, jardins e gente bonita.

O cansaço era grande e de carro já havíamos percorrido mais de 2.300 km, a pé nem imagino, acho que uns 20.000 km.
As coisas são tantas e tão diferentes que as vezes nos perdemos, por isso é sempre bom viajar com um excelente guia de viagem e de preferência escolher o que fazer antes de viajar.

Algumas coisas não são comuns como concertos em praça publica dramatizações e teatros de marionetes.

Este é um daqueles lugares que temos que ficar por vários dias, mas, não tínhamos este tempo todo.

A mais diferente que visitamos aqui foi uma mina de sal a 600 metros abaixo da terra. Nosso almoço foi em um carrinho gigante de frios e salsicha, nada é igual, por isso fomos diferentes o tempo todo.

Quem viaja quer viajar, então não vale ser igual tem que ser diferente.

Na manhã seguinte partimos para o nosso ultimo percurso, de volta para Munich.

É pessoal o que é bom está acabando...

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Europa 2008 – Cortina D’Ampezzo

È pessoal tá acabando e seu fosse você continuaria acompanhando para não perder as histórias e as fotos.
Era um domingão e partimos para Pádua ou Padova como dizem os italianos, queríamos conhecer a Igreja de Santo Antonio de Pádua.
Chegamos à igreja na metade da missa das 10 da manhã e o que mais me chamou a atenção foi que a igreja estava totalmente tomada não sei quantas pessoas cabem, mas, sei dizer que todos estavam em silencio. Além dos que assistiam a missa havia muitos turistas.
A beleza é incintestavel, maravilhosa e qualquer outro adjetivo que quisesse usar seria pouco, meu conselho é vá conhecer. Fora isto tudo o clima era sereníssimo.

Continuamos nossa viagem rumo ao nosso almoço que seria em Bassano Del Grappa, cidade típica do interior italiano, o mais engraçado foi que havia muitos bares e muitos moradores bebendo uma grapa antes do almoço,
A beleza e a delicadeza eram fantásticas, o desenho das casas e fato de estar praticamente encravada aos pés dos Alpes Italianos dava um charme especial ao cenário.
Nosso dia acabou em Cortina D’Ampezzo, exatamente nos Alpes Italianos. Lugar cheio de charme e glamour, realmente não havia nada de barato, mas, valeu cada centavo gasto.





domingo, 5 de outubro de 2008

Europa 2008 – Veneza

Preferimos dormir em Vicenza e ir e voltar de carro para Veneza.

Havíamos nos preparado para um movimento grande naquele final de semana, pois, era o do retorno das férias.

Ficamos parados no pedágio antes de chegar a Veneza por volta de uma hora e meia.

Nosso era um estacionamento na cidade de Mestre onde pegaríamos a barca até a Piazza San Marco.

Depois de passarmos pelo pedágio não tivemos mais fila, nem no estacionamento, nem na compra da passagem da barca e nem para pegarmos a barca.

O dia estava nublado e parecia que a chuva estava próxima, mas, o calor estava bem gostoso.

Logo que chegamos a chuva também, mas, deve ter durado por volta de 10 minutos, logo após veio o sol e ficou o restante do dia.

Veneza foi fundada no ano de 421 e hoje conta com aproximadamente 400 pontes distribuídas em 118 ilhas.

Caminhamos durante o dia todo, o lugar estava repleto de pessoas dois grandiosos barcos estava aportado e todos os turistas caminhavam pela cidade.

O lugar é muito interessante e repleto de história, os barcos facilitam muito as coisas por lá. A maioria dos moradores tem uma lancha para se deslocar, os taxis também são lanchas e o turista aproveita à boa e velha gôndola.

O passeio de gôndola tem um charme muito especial, além da comodidade, do “city tour” , tem um certo “glamour” se você optar pelos acompanhamentos musica e champagne.

Nenhuma palavra seria o suficiente para explicar ou descrever tudo que vimos ou passamos, por isso vou deixar você com as fotos abaixo.


Saímos de Veneza por volta das 20 horas e o sol ainda estava forte.
































































Um breve presente a você que acompanham este Blog.

Até a próxima.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

BlogPlay

Share your links easily.