: Tô Conversando...: Cinema de última geração
Bem Vindo Amigo!

| Suscríbete vía RSS

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Cinema de última geração

Estava lendo o Link que é o caderno de informática do jornal O Estado de São Paulo no último dia 05/01/2009 e encontrei uma notícia falando sobre o mais
novo cinema
IMAX da cidade de São Paulo que é no
Shopping Bourbon Pompéia.

O outro foi a Sala Vip de cinema que li na
Veja SP em 27/08/2008 em matéria escrita pelo jornalista
Miguel Barbieri Jr.

O que me levou a escrever vou passar a diversidade de opções que temos aqui na cidade e que provavelmente estará disponível em outras cidades.

Mas qual a diferença do
IMAX e dos outros?
Os cinemas com a tecnologia IMAX possuem, normalmente, telas com 16 metros de altura por 22 metros de comprimento, contra os 12 metros de largura por 20 metros de comprimento dos cinemas normais. Os filmes são gravados em filmes de 70mm enquanto os convencionais são gravados 35mm, sem contar que o som é de altíssima qualidade..

O filme de estréia é “Fundo do Mar 3D”, dirigido pelo oceanógrafo Howard Hall, para ver o filme é necessário usar um óculos especial fornecido pelo cinema.

Sala Unibanco IMAX

Local: Espaço Unibanco Pompéia/Shopping Bourbon Pompéia

End.: Rua Turiassú, 2.100, 3º Piso

Fone: 11 3673-3949

Som: Surround Sound Digital

Lugares: 327 poltronas + 7 lugares para pessoas com deficiência

Tela: 14m x 21m

Inauguração: 16 de janeiro de 2009

Ingressos: De sexta a quarta: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia); às quintas, R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)


Sobre a sala Vip resolvi transcrever o texto do jornalista que é muito bom, a matéria começa assim:

O ingresso aqui é 46 reais

Pipoca com azeite trufado, carta de vinhos e uma poltrona em que Michael Phelps ficaria confortável. Com vocês, as novas salas vips do Cidade Jardim.

Meu trabalho é a diversão dos outros. Como crítico de cinema de Veja São Paulo há quase nove anos, assisto a cerca de seis filmes por semana. Freqüento cinemas semanalmente, seja nos shoppings, seja na região da Avenida Paulista. Conheço praticamente todos os complexos da cidade. Na semana passada, fui, curioso, visitar as salas premier do Shopping Cidade Jardim, da rede Cinemark. Fiquei boquiaberto. Foi uma surpresa atrás da outra, a começar por um singelo pedido:

– Uma pipoca, por favor.
– Pequena, média ou grande?
– Pequena.
– Aceita cobertura de azeite?
– Humm. Vou experimentar.
– Extravirgem, ao alecrim, alho ou trufa?
– Trufa, por favor.
– São 10 reais.
– Qual o número da sua poltrona, senhor?
– D5.
– Eu levo em alguns minutos.

Isso mesmo. Tiraram a cobertura de manteiga para colocar azeite na pipoca. Azeite engorda menos e é mais chique. Há muitas outras coisas com grife por lá. O projeto do lobby, por exemplo, ganhou a assinatura do arquiteto Arthur Casas, em que os tons sóbrios predominam. O preço do ingresso – 46 reais de sexta a domingo, após as 17 horas – justifica essa mordomia toda. No mesmo horário, pagam-se 21 reais para assistir a um filme nas outras cinco salas do Cidade Jardim ou no Cinemark do Shopping Iguatemi, até então o mais caro da cidade. Mais do que ir ao cinema, parece que os clientes estão ali para um programa diferente, que inclui confortos mil e a sensação do ver e ser visto. E nesses quesitos não existe lugar melhor do que aqui.

Uma hostess conduz os espectadores ao saguão e lhes apresenta um cardápio com salgados (11 reais a porção de bolinho de aipim com carne-seca), cafés (2,75 reais o expresso), cervejas (14 reais a Heineken em garrafa long neck) e vinhos (a taça varia de 15 a 36 reais). Caí em tentação diante de uma série de delícias preparadas com sorvete Häagen-Dazs. Pedi o apple crumb cake (18 reais). Estava quase na última mordida quando uma atendente me alertou: "Seu pedido veio errado. Trouxe o certo". Estava tão saboroso que nem me dei conta de que comi brownie de chocolate no lugar de empanado de maçã. Conclusão: duas sobremesas pelo preço de uma. Quanta gentileza!


Achava que, por ter 124 lugares, a sala 1 seria um cineminha. Que nada. É um cinemão comprido, largo e com pé-direito que alcança 10 metros. As vedetes são as poltronas de couro supermacio e ultraconfortáveis. Reclináveis, possuem braços espaçosos e descanso flexível para os pés. Esticadas, medem 1,57 metro. Para se ter uma idéia, cada uma ocupa o espaço de três cadeiras tradicionais. Se o filme for chato, corre-se o risco de cair no sono. Tem também mesinha para colocar drinques e guloseimas. Pelo espaço entre as fileiras, é impossível alguém ficar dando pontapés na poltrona atrás de você.

A projeção e o som também são impecáveis. A aventura A Caçada me pareceu ainda mais envolvente, sobretudo nos sustos que tomei quando tiros eram disparados. Nesta semana, a programação das salas vips traz o drama Um Crime Americano e o espetacular O Procurado, que, certamente, ganhará ainda mais pontos por ser uma eletrizante fita de ação.

É importante dizer que as simpáticas garçonetes param de servir quando as luzes se apagam. Ah, sim. A minha pipoca, aquela do azeite trufado, chegou sete minutos depois do pedido. Veio encharcada, murcha e fria. Mas nada como um chique lencinho umedecido – que acompanha a guloseima – para limpar os dedos e tirar a má impressão. Em menos de três horas, gastei, sozinho, 88 reais, contando o estacionamento. Mas valeu cada centavo. O duro agora vai ser sair da ficção do Cidade Jardim e encarar a realidade nas poltronas do meu dia-a-dia.

Cidade Jardim Cinemark – Avenida Magalhães de Castro, 12000, Morumbi, Fone 3758-1670. Veja a programação das salas em Cinemas.

Se você se interessou é só correr para uma destas salas.

3 comentários:

autoclubedracena.com disse...

Nossa que chique esse cinema, minha cidade não tem nenhum, nem um meia boca que dirá um desses...rs

Jorge C. Reis disse...

Por favor... pipocas ao meu lado não ... rs

BruNouL in Rio disse...

Uma tela gigante destas com qualidade visual deve valer apena pagar 30tinha. x)
fico contente por ter gostado do meu blog, abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

BlogPlay

Share your links easily.